Haja luz: Rua Chile foi primeira a ter sistema de iluminação elétrica em Salvador

A Rua Chile vista da Praça Castro Alves é uma das imagens mais conhecidas dos soteropolitanos. Nesta foto, de maio de 1991, a fiação, os semáforos e os postes certamente não são o que mais chama a atenção. Mas, menos de 90 anos antes, nada disso existia aí – nem em qualquer outro lugar de Salvador.

A rua conhecida como a primeira do Brasil foi também a primeira via pública de Salvador a receber um sistema de iluminação elétrica. Era 8 de dezembro de 1903, dia de Nossa Senhora da Conceição da Praia, padroeira da Bahia. Naquele mesmo dia, a rua que passaria a ser conhecida como Rua Chile era entregue após uma reestruturação. 

“Não foi a primeira vez que se viu eletricidade. Em 1902, a Faculdade de Medicina já tinha e, em 1896, algumas cabines do Elevador Lacerda também. Mas, a Rua Chile foi a primeira a ter uma iluminação pública sistemática”, explica o historiador Daniel Rebouças, que é especialista em iconografia.

Ainda assim, mesmo que a luz elétrica já fosse conhecida em Salvador, existe uma tradição, explica Daniel, em considerar a rua do Centro como pioneira. “A tradição é considerar a iluminação da Rua Chile, pelo próprio simbolismo dela na memória de Salvador”, aponta o historiador, autor do livro ‘A Cidade da Bahia e a Eletricidade’, lançado em 2018, e que aborda parte da história econômica, política e humana de Salvador ao longo dos séculos XIX e XXI, à medida que a eletricidade se instalava ena cidade.

Por já haver eletricidade da capital, a iluminação da Rua Chile não foi algo que deixou a população, assim, tão surpresa. A partir dali, a iluminação de Salvador aconteceu, explica Ddaniel, de forma mais “parcelada”. “O sistema de iluminação para casas começa mais ou menos em 1906, que é quando se inaugura algumas usinas, mas era um sistema bem precário, para algumas ruas, alguns estabbelecimentos comerciais”, completa.

O salto no sistema de iluminação de Salvador acontece só em 1931, quando se inaugura a Usina de Bananeiras – hoje chamada de Usina de Pedra do Cavalo. Atualmente, ela abastece mais da metade de Salvador, além de cidades do Recôncavo, onde está localizada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui