Forças Armadas terá 20 mil homens no combate ao coronavírus

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo, disse nesta quarta-feira (1º) que as Forças Armadas aumentou o efetivo para fazer o controle na faixa de fronteira do País e atuar em outras frentes de combate ao novo coronavírus. O Brasil está com as fronteiras terrestres fechadas desde o último dia 23 de março, numa medida que têm vigência de 30 dias.

“Em termos de números, a Defesa está empregando cerca de 20 mil homens”, disse Azevedo em entrevista coletiva hoje no Palácio do Planalto. “Estamos com presença organizada, com estrutura montada para identificar necessidades”, afirmou.

O ministro citou a montagem de um hospital de campanha em Boa Vista (RR) para atender a pessoas infectadas pelo coronavírus na região, inclusive com acolhimento dos venezuelanos. Nesta quinta-feira (2), segundo Azevedo, haverá uma reunião com a base industrial das Forças Armadas para identificar ações possíveis. Por enquanto, os militares já têm atuado na descontaminação em rodoviárias, em cidades, além de outras iniciativas.